Folha do ES
Qua, 6 de Jul

Home   Política     Opinião


Norma Ayub entra na campanha de Doutor Antônio em Itapemirim,ES

Norma Ayub entra na campanha de Doutor Antônio em Itapemirim,ES

A deputada federal ingressa na campanha e tentará ajudar a eleger mais um médico para a cidade imperial. Ambos são do mesmo partido. Da esquerda para direita (Norma Ayub, Doutor Antônio; e seu vice Fábio Da Gata (PSB), que não conseguiu se reeleger a vereador.

  Por Jackson Rangel Vieira

  30.abril.2022 às 18:24Atualizado em 17.maio.2022 às 21:20

No dia 5 de junho acontecerá as eleições para prefeito de Itapemirim,ES, cidade ao sul litoral do Espírito Santo, conhecida pelo petróleo e por confusões políticas, prisões, mortes e cassações de mandatários.

A deputada federal Norma Ayub (PP) arrisca o seu futuro político nessa nova empreitada eleitoral em apoio ao Doutor Antônio (PP), pois dois doutores deram errado naquela cidade, sucessivamente: Doutor Luciano Paiva (PSB) e Thiago Peçanha (Republicanos), cassado recentemente (por isso o novo pleito); e agora, o progressista. Todos médicos.

Derrotados

Pode-se escrever um roteiro de A Revanche. Tanto Norma como Doutor Antônio, perderam as eleições de 2020. A deputada em Marataízes, cidade vizinha, em terceira colocação; e o médico derrotado para o ex-prefeito Thiago Peçanha. A cidade vive uma inquietude pela falta de estabilidade governamental.

Norma Ayub é candidata à reeleição e escolher um lado é a melhor a fazer, ainda mais na cidade em que administrou por dois mandatos, sendo derrotada pelo ex-prefeito Luciano Paiva. A deputado migrou seu título eleitoral para Marataízes, pensando que seria fácil. Não deu certo.

Os maratimbas ficaram desconfiados de que vencendo importaria assessores de Cachoeiro de Itapemirim, aonde foi primeira dama por quatro mandato de prefeito do seu esposa Theodorico Ferraço (PP).

O QUE PODE DAR ERRADO

A dinâmica sociológica em eleições é surpreendente. Não se sabe se o povo de Itapemirim já está cansado de "Doutor" operando errado na gestão pública do Município. E se preferir mudar para um político mais simples? Neste caso, o prefeito interino, ex-presidente da Câmara Municipal, Zé Lima (PDT) pode ter chances reais na disputa. De Zé Lima pode virar Zé Povão.

Ou seja, serão 30 dias sofríveis para os candidatos, ficando a obrigação de ganhar, em tese, do Doutor Antônio que disputou as eleições apertadas com o Doutor Thiago Peçanha. Nada é fácil que não possa ficar difícil.

Bem, por enquanto, os doutores têm vencido por lá há quase duas décadas.


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Enquete


Você é a favor ou contra o passaporte de vacina obrigatório?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.