Folha do ES
Qua, 5 de Out
Nova logo da LEIA Pesquisa

Home   Política     Mundo


Rússia irá defender territórios na Ucrânia com armas nucleares, afirma membro do governo

Rússia irá defender territórios na Ucrânia com armas nucleares, afirma membro do governo

Dimitri Medvedev, vice-presidente do Conselho de Segurança, também afirmou que o Ocidente precisa entender que ‘a Rússia escolheu seu próprio caminho'.

  Por Redação - BLN

  22.setembro.2022 às 11:22Atualizado em 23.setembro.2022 às 10:34

O ex-presidente da Rússia e atual vice-presidente do Conselho de Segurança do país, Dimitri Medvedev, afirmou que o seu país está pronto para defender os territórios ucranianos conquistados pelas tropas russas com “armas nucleares estratégicas”.

A afirmação foi feita por Medvedev nesta quinta-feira (22) durante pronunciamento à nação. “A Rússia anunciou que não só as capacidades de mobilização, mas também qualquer arma russa, incluindo armas nucleares estratégicas e armas baseadas em novos princípios, podem ser usadas para essa proteção”, disse Medvedev.

Ele também reafirmou a realização de referendos sobre separação das regiões ucranianas de Luhansk, Donetsk, Kherson e Zaporizhzhia, que foram invadidas pela Rússia e afirmou que “o establishment do Ocidente e todos os cidadãos dos países da Otan precisam entender que a Rússia escolheu seu próprio caminho”.

Medvedev subiu o tom da narrativa de Vladimir Putin um dia após uma nova escalada na Rússia, quando o presidente anunciou a convocação de 300 mil reservistas e disse estar pronto para responder a ameaças nucleares. “Nosso país possui uma variedade de armas de destruição, algumas mais modernas até que as dos países da Otan. Isto não é um blefe”, declarou Putin.


Fonte: Jovem Pan

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.