Folha do ES
Dom, 27 de Nov
Receitas cofril

Home   Política     Espírito Santo


Ministério Público acompanha cerimônia de preparação das urnas nesta terça

Ministério Público acompanha cerimônia de preparação das urnas nesta terça

O promotor de Justiça e dirigente do Centro de Apoio Operacional Eleitoral (Cael), órgão do Ministério Público, Cláudio José Ribeiro Lemos, estará presente na cerimônia em Vila Velha.

  Por redação - HF

  20.setembro.2022 às 17:58

O Ministério Público Estadual acompanha nesta terça-feira (20) a cerimônia de geração de mídia e preparação das urnas no cartório da 32ª Zona Eleitoral (Vila Velha). A ação está acontecendo em todo estado desde segunda (19) e segue até sexta (23).

O promotor de Justiça e dirigente do Centro de Apoio Operacional Eleitoral (Cael), órgão do Ministério Público, Cláudio José Ribeiro Lemos, estará presente na cerimônia em Vila Velha.

Também foram convidados representantes dos partidos políticos, das coligações, da Ordem de Advogados do Brasil (OAB-ES) e do Ministério Público Eleitoral e as demais entidades fiscalizadoras do processo eleitoral.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), as cerimônias de geração das mídias e preparação das urnas seguem a Resolução TSE nº 23.669/2021.

Nessa etapa, são inseridos nas urnas os sistemas operacional, de votação e de justificativa, assim como as listas de eleitores e candidatos.

Ao final da carga, são colocados os lacres físicos.

Também é durante essa cerimônia que ocorre a verificação da integridade e da autenticidade dos sistemas. No dia 26 é realizada a conferência visual das urnas eletrônicas. E no dia 30 acontece a cerimônia complementar.

Como funciona

Durante as cerimônias de geração de mídia e preparação das urnas, cada urna, até então sem dados, é configurada para determinada seção eleitoral.

Primeiro, o servidor da Justiça Eleitoral insere na urna, por meio de um cartão de memória, alguns dados, entre eles, nome do candidato, cargo que disputa, número de identificação e as inscrições eleitorais dos eleitores que votam na referida sessão.

Em seguida, é realizado o teste da urna para verificar se seus dispositivos estão funcionando, como o teclado, visor, impressora e avisos sonoros.

Feito isso, todos os compartimentos da urna são lacrados e o equipamento já identificado (município, local de votação e seção eleitoral), é guardado na caixa.

Ao final da cerimônia, na presença de todos, é realizada uma auditoria por amostragem das urnas preparadas, na qual algumas urnas são sorteadas para passar por verificação da autenticidade dos aplicativos, das assinaturas digitais e a própria votação é testada.


Fonte: Dia a dia ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.