Folha do ES
Qua, 30 de Nov

Home   Polícia     Espírito Santo


ES: Cinco mil litros de combustível vazam em São Joaquim após acidente

ES: Cinco mil litros de combustível vazam em São Joaquim após acidente

Ainda segundo a corporação, não houve feridos e as equipes utilizaram pó de serra e espuma para evitar uma possível explosão.

  Por redação - HF

  05.outubro.2022 às 15:32

Por volta das 6h desta quarta-feira (5), um acidente entre um caminhão-tanque e uma carreta carregada de blocos de granito interditou totalmente a pista que dá acesso ao distrito industrial de São Joaquim em Cachoeiro.

O Corpo de Bombeiros esteve no local para avaliar risco de incêndio, pois houve derramamento de cerca de 5 mil litros de combustível na via.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista do caminhão-tanque, que transportava o combustível, trafegava quando um carro de passeio o ultrapassou e, para evitar a colisão, desviou e atingiu a parte traseira da carreta, que estaria estacionada no acostamento da estrada.

Ainda segundo a corporação, não houve feridos e as equipes utilizaram pó de serra e espuma para evitar uma possível explosão.

Ângela Trintim, moradora de São Joaquim e líder comunitária, diz que a preocupação da comunidade é grande porque o óleo derramado alcançou o córrego do local.

“Os responsáveis pela secretaria de Meio Ambiente precisam cuidar desta parte urgente. Não estamos culpando o motorista. Apenas querendo uma solução urgente para evitar maiores danos ambientais”, frisa.

Angela diz que devido a este acidente, o ônibus que passa pela comunidade precisou fazer outro trajeto e deixou moradores, alunos e pessoas que foram no posto médico pegar receitas esperando sem saber o que está acontecendo.

“Estamos solicitando apoio do tráfego da concessionária que atende o transporte coletivo urbano de Cachoeiro”, disse a líder comunitária.

Os técnicos do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) também estiveram no local para investigar o acidente causou algum dano à natureza e até o fechamento da matéria a pista encontrava-se interditada.

“Enquanto eles não tirarem todo o combustível daqui a pista não será liberada. E qualquer faísca é fatal”, teme Angela Trintim.


Fonte: Dia a dia ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.