Folha do ES
Sex, 1 de Jul

Home   Polícia     Brasil


Médico é preso por estuprar menina de 13 anos dentro de veículo

Médico é preso por estuprar menina de 13 anos dentro de veículo

Médico é preso em flagrante enquanto estuprava menina de 13 anos dentro do seu veículo. Crime aconteceu em frente a clínica e policiais abordaram o veículo após perceberem movimentação estranha

  Por Redação

  23.maio.2022 às 12:23

Um médico de 38 anos foi preso em flagrante na noite de quarta-feira (18) por estuprar uma adolescente de 13 anos em Salvador (BA). Policiais estavam nas ruas em uma operação de combate a roubo de carros quando perceberam um movimento estranho dentro de um veículo, estacionado em frente a uma clínica. Os policiais fizeram a abordagem e encontraram o médico e a vítima sem roupa.

A polícia também prendeu uma jovem de 18 anos apontada como a responsável por levar a menor de idade ao encontro do médico. De acordo com a polícia, o médico identificado como Everton de Jesus Rodrigues foi interrogado e permanece preso. A jovem de 18 anos foi ouvida e levada para a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca).

A polícia não deu detalhes sobre os depoimentos dos dois. O médico deverá responder por estupro de vulnerável e a mulher por corrupção de menor. Não há detalhes sobre o estado da menor de idade.

“Inicialmente, a jovem de 18 anos alegou que a vítima, de 13, seria a irmã dela mais nova, mas depois foi verificado que elas não são irmãs, não têm relações familiar. São apenas moradoras do mesmo bairro, e ela teria ido ali para encontrar com o suspeito. A maior de 18 anos informou que iria encontrar com ele, e teria levado a menor com ela, receberia dele um valor e a menor presenciaria a relação sexual, acompanharia”, disse o delegado Thiago Almeida.

“O celular dele foi apreendido, foi representado inicialmente a representação pela extração de dados, assim como foi expedida a via para análise de material genético do veículo, para gente ver se tem material genético da menor, o que comprovaria uma eventual relação sexual ali dentro”, acrescentou.

Em nota, os advogados do médico afirmaram que a versão informada pela polícia não corresponde à realidade e que a inocência dele será provada ao longo das investigações.

Os profissionais também confirmaram que Everton Rodrigues está à disposição da Justiça e disseram que ele vai prestar todos os esclarecimentos necessários.


Fonte: Pragmatismo Político

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.