Folha do ES
Sb, 20 de Out
CIAC

Home     Judiciário


MPES pede suspensão de contrato sem licitação, em Fundão

MPES pede suspensão de contrato sem licitação, em Fundão

O ministério questiona a dispensa da licitação e requer a suspensão imediata dos efeitos do contrato nº 064/2018

  Por Redaçao

  08.agosto.2018 às 11:32Atualizado em 08.agosto.2018 às 11:37

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Fundão, ajuizou Ação Civil Pública (ACP), com pedido de tutela, em desfavor do município e da Fundação Espírito-Santense de Tecnologia (Fest).

Segundo o MPES, a fundação foi contratada para elaborar o Plano Municipal de Gestão Integrada, projetos físicos de arquitetura, urbanismo, paisagismo e engenharia e projeto de terceirização de mão de obra por R$ 250 mil, sem licitação.

Na ação, o ministério questiona a dispensa da licitação e requer a suspensão imediata dos efeitos do contrato nº 064/2018, firmado entre o município de Fundão e a Fest.

O MPES sustenta ainda que a contratação possui objetos de natureza plenamente distintas e não relacionados entre si. “Salta aos olhos que os objetos de contratação, notadamente a realização de projetos físicos de arquitetura, engenharia e afins, não possuem qualquer relação com as atividades de ‘pesquisa, ensino ou desenvolvimento institucional’, não havendo motivo para a dispensa de licitação”, diz trecho da ação.


Fonte: Ministério Público do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2018 Folha do ES. Todos os direitos reservados.