Folha do ES
Sex, 21 de Set

Home     Judiciário


Pastora, mãe de filhos mortos em linhares, foi conivente, diz promotora

Pastora, mãe de filhos mortos em linhares, foi conivente, diz promotora

Os advogados de defesa ainda não se manifestaram sobre a prisão de Juliana

  Por

  20.junho.2018 às 14:54Atualizado em 21.junho.2018 às 07:05

A pastora Juliana Sales foi presa no município de Teófilo Otoni, em Minas Gerais, na madrugada desta quarta-feira (20). O mandado de prisão foi cumprido por volta das 5h00.

Juliana é mãe dos meninos Kauã Sales, de 6 anos, e Joaquim Alves, de 3 anos, mortos em um incêndio em Linhares em abril.

Promotora Rachel Tannenbaum: "pastora teve conduta omissiva que resultou na morte dos filhos". Para a promotora o comportamento dela após o crime também indica que ela sabia dos fatos. "Foi fria", disse. A pastora Juliana Salles deverá chegar a Unidade Prisional de Colatina ainda na tarde desta terça-feira (20).

Os advogados de defesa ainda não se manifestaram sobre a prisão de Juliana. Uma coletiva de imprensa às 14h00 na sede do MP, em Linhares, dará mais detalhes sobre a prisão. As fotos são da TV leste/Record Minas.


Comentários Facebook




Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2018 Folha do ES. Todos os direitos reservados.