Folha do ES
Qua, 30 de Nov

Home   Judiciário     Brasil


Justiça manda soltar juiz aposentado acusado de importunação sexual

Justiça manda soltar juiz aposentado acusado de importunação sexual

De acordo com a decisão, ele precisa manter repouso por ter realizado uma cirurgia na coluna no dia 20 de setembro.

  Por Redação - BLN

  05.outubro.2022 às 12:49Atualizado em 05.outubro.2022 às 12:56

A Justiça do Rio expediu, nesta quarta-feira (5), um alvará de soltura para o juiz Jorge Jansen Couñago Novelle, de 62 anos, preso em flagrante por importunação sexual contra uma dentista durante uma carona de bicicleta elétrica na tarde do último domingo (2) em Copacabana, na Zona Sul do Rio.

A audiência de custódia ocorreu nesta terça-feira (4), onde havia sido decretada a prisão preventiva. A decisão de soltura foi do juiz Marcel Laguna Duque Estrada, da 36ª Vara Criminal, que informou que o acusado precisa manter repouso por ter realizado uma cirurgia na coluna no dia 20 de setembro.

“Como sustenta a defesa, o indiciado está se recuperando de uma cirurgia na coluna para a reparação de vértebra fraturada por comprometimento da medula realizada no dia 20 de setembro e que o atestado médico recomenda repouso relativo por três semanas, evitar sobrecarga na coluna vertebral e atividades que tragam risco de queda ou trauma na coluna”, diz em nota.

O magistrado informou ainda que Novelle sofre de alcoolismo. “Por meio de breve consulta a sites de pesquisa na internet (...), é possível verificar a existência de variadas matérias jornalísticas, inclusive com vídeos, de modo a aferir que o preso é alcoólatra”, disse.

Na decisão, o juiz esclarece que o réu deverá começar um tratamento contra o alcoolismo para evitar reincidência neste tipo de crime. Além disso, para a substituição à prisão preventiva o acusado deverá comprovar o tratamento.

“Comprovar no prazo máximo de 10 dias, por meio de documento idôneo, o início urgente de tratamento de alcoolismo, em instituição hospitalar ou entidade especializada, particular ou gratuita, como por exemplo, Alcoólicos Anônimos do Brasil e; comprovar, cumprido o item (a), efetiva frequência ao tratamento, de 15 em 15 dias, mediante apresentação em Juízo do respectivo atestado”, diz o comunicado.

O caso

De acordo com a Polícia Civil, a vítima, por volta de 15h50, passava de bicicleta, na esquina das ruas Siqueira Campos e Barata Ribeiro, quando Novelle que estava ali aguardando para atravessar, lhe pediu carona até a praia. Ela relatou que ficou reticente de dar carona, mas teve pena por ser uma pessoa mais velha e a bicicleta comportava um passageiro sem a necessidade de contato físico. Além disso. o magistrado ainda teria dito que não encostaria na moça, porém, pouco depois, colocou a mão na cintura dela e movimentou em direção à barriga enquanto dizia: “Nossa, você é muito linda, muito gatinha”.

A vítima afirmou que freou e pediu para que ele descesse da bicicleta. Em seguida, deixou o local, mas decidiu voltar para reclamar com o homem. Após encontrá-lo, ela filmou Jorge dizendo: "Perdão, porque você é linda. Tenho duas namoradas, de 22 e 25 anos, adoro mulher novinha. Te peço perdão por ter encostado em você".

A mulher, então, acionou policiais militares do 19º BPM (Copacabana), que conduziram o acusado a 13ª DP (Ipanema) onde foi preso em flagrante. Um dos PMs contou ter ouvido o magistrado reclamar agressivamente: "Se fossem vocês, não fariam o mesmo com uma mulher novinha e bonita dando carona?", teria perguntado.


Fonte: O Dia

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.