Folha do ES
Sex, 1 de Jul

Home   Geral     Espírito Santo


Ex-professora do ES vira garota de programa de luxo na Espanha: "Ganhar em euro é melhor"

Ex-professora do ES vira garota de programa de luxo na Espanha: "Ganhar em euro é melhor"

Bilionários europeus são maioria na clientela de Karolayne Rodrigues, que tem telefonista particular para dar conta da agenda e cobra a partir de mil euros por hora

  Por Redação

  09.maio.2022 às 10:15

Karolayne Rodrigues não dá mais conta de atender os três celulares que ela tem só para o trabalho. A ex-professora de inglês do Espírito Santo tem uma telefonista que dá atenção aos clientes e prepara sua agenda. Todos os dias, trabalha das 10h às 2h da madrugada e não ostenta uma vida de luxo, além de não fazer questão de gastar com marcas e andar grifada. Hoje, a meta é encher as burras de dinheiro - e em euro, diga-se de passagem, que cada um vale quase R$ 6.

É que das salas de aula da Grande Vitória, há quatro meses, Karol deu uma reviravolta daquelas na vida profissional e passou a ser uma das mais requisitadas garotas de programa de luxo da Espanha.

“Primeiro, fui convidada para posar para uma revista sensual. Aceitei e o ensaio foi maravilhoso, gerou muita repercussão positivamente falando. Logo depois, recebi algumas propostas de trabalhar com o mercado adulto na Europa. Cheguei, desembarquei em outro país, mas acabei sentindo maior segurança na Espanha para trabalhar”, fala, em entrevista exclusiva à Coluna Pedro Permuy.

Natural do Mato Grosso do Sul, no entanto, Karol não caiu de paraquedas nesse universo. Tudo começou quando ela se mudou da cidade em que morava com os pais para o Estado. “Me casei aos 15, muito cedo, e ele era capixaba. Então nos mudamos para Cariacica, onde ele morava. Tive uma filha, me separei e por dois anos trabalhei como acompanhante. Me casei de novo e me tornei professora de inglês. Me separei de novo e há um ano, mais ou menos, voltei para esse trabalho”, esclarece.

Na Grande Vitória, a ex-professora passou a ser destaque de casas noturnas famosas e, quem quisesse mais do que uma dança sensual, tinha que desembolsar R$ 700 por hora para se deitar com a bonita. “Mas hoje está muito melhor, em euro é muito melhor (risos). O mercado da Europa é fantástico para isso. Hoje, começo com mil euros por hora. Atendo todos os dias das 10h às 2h da madrugada e meu público maior é formado por empresários, executivos e diretores de grandes empresas, geralmente de países vizinhos, que vêm à Espanha só para me encontrar. São homens milionários, bilionários, que me tratam como uma rainha. Os homens aqui tratam as mulheres como eu nunca vi”, detalha.

Na prática, isso quer dizer que Karol fatura, por dia, o que muito executivo em alto cargo (público ou privado) no Brasil ganha de salário por mês. Se for comparar com a média do que ganha população em geral, então... Isso ela faz no tempo que equivale ao horário de almoço.


Fonte: R7

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.