Folha do ES
Sáb, 24 de Set
Nova logo da LEIA Pesquisa

Home   Geral     Espírito Santo


Cervejarias capixabas têm crédito no sob medida no Bandes

Cervejarias capixabas têm crédito no sob medida no Bandes

Setor de cervejaria artesanal tem crescido cada vez mais e ainda conta com mais possibilidades de se desenvolver.

  Por Redação

  08.agosto.2022 às 15:58

O Brasil atingiu a marca de 1.383 cervejarias registradas, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A expansão do mercado cervejeiro é uma tendência nos últimos dez anos e se manteve em 2020, ano que em que o levantamento foi realizado pelo Mapa. Mesmo diante das dificuldades impostas pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), foram registradas 204 novas cervejarias naquele ano, uma alta de 14,4%, e apenas 30 cancelaram seus registros, o que representa um aumento real de 174 empresas. O cenário local é ainda mais positivo. Dados do Mapa revelam um crescimento médio de quase 60% de novos empreendimentos no Espírito Santo, no período de 2017 a 2020. As cervejas artesanais provenientes de microcervejarias capixabas têm ganhado cada vez mais espaço nas prateleiras de supermercados e no gosto dos consumidores, contando com diversas possibilidades de crescimento dentro do setor produtivo. Já são 41 cervejarias em funcionamento que utilizam processos cuidadosos para atender ao paladar exigente de clientes ávidos por bons produtos. Procedimentos, como a manipulação e a seleção de ingredientes especiais, além dos processos de fabricação mais lentos e cuidadosos, e a utilização de uma apresentação de envase e rótulo diferenciados que atraem pelo design e informações detalhadas do conteúdo da garrafa, são algumas das diferenças percebidas pelo setor de cerveja artesanal em relação ao mercado industrial e à grande escala, que colocam o mercado das microvervejarias em destaque para a economia. O diretor de Negócios do Bandes, Marcos Kneip Navarro, ressaltou que as opções de financiamento do banco para as cervejarias são variadas e atendem a todas as etapas da produção de modo ideal. “Para se estruturarem e conquistarem o mercado, os empreendimentos podem obter recursos para investir tanto na abertura do espaço quanto na aquisição dos equipamentos de produção. Assim, o empreendedor deste negócio tem fôlego para crescer de modo equilibrado e saudável”, explicou Kneip. O mercado de cervejas artesanais do Espírito Santo tem apoio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo para seu fortalecimento, por meio do Programa de Apoio às Cervejarias Artesanais Capixabas (Procerva). Para se ter uma ideia, nos últimos cinco anos, o banco já financiou R$ 3 milhões para o segmento. Cervejarias já atuantes no mercado também podem ampliar os negócios com o crédito do banco de desenvolvimento capixaba. Os recursos podem ser investidos em obras de adequação e ampliação do espaço, além de reformas. O empreendedor que também deseja investir na atualização do maquinário de produção de cervejas e chopes pode procurar os recursos do Bandes para agilizar os processos e atender mais demandas de vendas.


Fonte: Bárbara Deps

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.