Folha do ES
Sex, 12 de Ago
32 ANOS DA FOLHA DO ES

Home   Geral     Brasil


Defesa de homem que atacou procuradora em SP alega surto psicótico

Defesa de homem que atacou procuradora em SP alega surto psicótico

Demétrius Oliveira de Macedo, 34 anos, agrediu com socos, chutes e cotovelada a procuradora-geral de Registro, no interior de São Paulo.

  Por redação

  27.junho.2022 às 13:14

São Paulo – A defesa de Demétrius Oliveira de Macedo, 34 anos, alegou que ele espancou brutalmente a procuradora-geral de Registro, no interior de São Paulo, “privado da razão” durante um surto psicótico.

O escritório de advocacia Marco Antônio Modesto, que representa o procurador que está preso, enviou um comunicado sobre as agressões para a CNN.

“É evidente que os acontecimentos do último dia 20/6 ocorreram em novo episódio psicótico, provavelmente com delírio persecutório, em meio ao qual, privado da razão, o procurador lamentavelmente veio a cometer os atos de lesão corporal que merecem o absoluto repúdio da sociedade”, diz a nota.

O procurador municipal tem “problemas de ordem psiquiátrica” desde 2020 e já sofreu surtos psicóticos e delírios anteriormente, segundo a defesa.

De acordo com o escritório de advocacia, Demétrius pediu demissão em 2020 por “falta de consciência de seus atos” que foi comprovada em exame demissional. O servidor público teria retornado ao cargo em 2021 por meio de processo judicial.

Espancamento

Demétrius Oliveira de Macedo agrediu, em 20/6, com extrema violência sua chefe, a procuradora-geral Gabriela Samadello Monteiro de Barros, 39 anos. Uma colega de trabalho filmou parte do espancamento que aconteceu na prefeitura de Registro.


Fonte: Metrópoles

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.