Folha do ES
Sáb, 24 de Set
Receitas cofril

Home   Estilo     Bem Estar


Veja 5 alimentos para fortalecer a imunidade e não adoecer no inverno

Veja 5 alimentos para fortalecer a imunidade e não adoecer no inverno

Doenças respiratórias como a gripe e o resfriado são mais comuns durante a estação, período conhecido por causar fragilidade imunológica

  Por Redação

  01.agosto.2022 às 13:04

O inverno torna diversas doenças mais frequentes, especialmente as respiratórias, como a gripe e o resfriado. O tempo seco é um complicador, uma vez que a diminuição da umidade relativa do ar fragiliza o sistema de defesa do organismo, facilitando o surgimento de novas enfermidades. O consumo de alguns alimentos pode fazer a diferença para a saúde.

“Frutas, legumes e verduras, ou seja, uma alimentação repleta de vitaminas e minerais, é fundamental para a manutenção da boa saúde do corpo, principalmente neste período de mais fragilidade imunológica”, destaca a nutricionista Elaine Pádua.

A profissional listou cinco dicas de alimentos que, quando consumidos com frequência, podem fortalecer a imunidade e aumentar a energia e a disposição.

Manjericão

O consumo de manjericão está cada vez mais associado a uma série de benefícios à saúde. Sua composição tem vitaminas A, C e K, além de manganês, cobre, cálcio, ferro e gorduras ômega 3 – nutrientes essenciais para o corpo e a mente. O famoso tempero ainda protege o corpo, estimula a memória, melhora a pele e alivia o estresse. “A especiaria também é desintoxicante, antisséptica e ajuda a reestabelecer o organismo”, afirma Elaine.

Frutas cítricas

“A vitamina C é um antioxidante natural, que previne o envelhecimento precoce e turbina o sistema imunológico. Por isso, para se proteger de problemas respiratórios comuns na estação, vale investir no consumo diário de alimentos ricos nessa vitamina”, diz a nutricionista.

As frutas cítricas são as principais fontes de vitamina C. Por isso, Elaine recomenda o consumo de limão, laranja e tangerina. Outras frutas também são indicadas, como a acerola, o maracujá e a goiaba.

“Consumir in natura é a melhor forma de garantir o aporte dessa vitamina, porém, na forma líquida também tem grande concentração. O importante é a frequência, a ingestão diária para uma melhor absorção do organismo”, destaca.


Fonte: Metrópoles

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.