Folha do ES
Sex, 19 de Ago
Banner - A FOLHA JÁ SABIA

.Home     Colunistas     Usiel Carneiro de Souza

Cuidado com as escolhas


Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza Teólogo e Administrador de Empresas

Ver todos os artigos

  07.junho.2022

Se queremos ser bem sucedidos na vida, ter um bom desempenho profissional, devemos desenvolver algumas habilidades. Precisamos ser capazes de nos adaptar, precisamos de organização pessoal, precisamos lidar bem com horários (falta de pontualidade e incapacidade de observar e cumprir prazos é algo sério!), respeitar normas e dominar as técnicas que envolvem a atividade que desempenhamos. Ninguém alcança isso sem dedicação e boa dose de disciplina pessoal. O sucesso exige esforço, trabalho, aprendizado, dedicação. Nós acreditamos que o sucesso é um bom caminho para a felicidade e há alguma verdade nisso. Porém, para ser feliz é preciso mais que performance, qualidade ou excelência técnica. Nossa sociedade está cheia de pessoas muito bem sucedidas e muito infelizes. A felicidade tem aspectos espirituais e materiais, depende da vida com Deus e da vida com as pessoas. Exige que aprendamos a agir de certa forma e deixemos de agir de outras formas. Exige aperfeiçoamento e amadurecimento. Dentre os muitos aspectos contribuintes da felicidade, devemos dar importância especial aos relacionamentos. É preciso saber se relacionar, saber amar, saber respeitar as pessoas para sermos felizes.

A felicidade nos pede virtudes como humildade, generosidade, bondade e paciência. A felicidade pede também que sejamos bons mordomos de nós mesmos, que sejamos cuidadosos com o que nos habita. Na linguagem do sábio em Provérbios, cuidar bem do coração (Pv 4.23). Como não somos e jamais seremos perfeitos, se queremos ser felizes nós precisamos do perdão. É recebendo e dando perdão, permanentemente, que seremos felizes. Mágoas e ressentimentos adoecem a alma e impedem a felicidade. Há diversos aspectos a que devemos dar atenção e seria impossível cobrir todos. Porém, estes de que tratamos aqui realçam o fato de que a felicidade depende menos de coisas e mais de pessoas. Depende mais de quem somos e menos do que temos. A felicidade é de natureza espiritual, muito mais que material. Além do que devemos buscar, há o que devemos evitar, excluir de nossas vidas. Devemos evitar o uso mal intencionado da língua. Devemos nos afastar do mal e procurar a paz. Jesus nos deixou a Sua paz. Uma paz diferente da paz que o mundo nos dá. Temos muito a aprender sobre essa paz, pois ela é muito mais que apenas ausência de conflito. E tudo isso é importante demais para nós, pois a felicidade tem pressa.

Não devemos desperdiçar a vida sendo infelizes, como se nada pudéssemos fazer para sermos felizes, como se a felicidade fosse obra do acaso. Somos breves e o tempo não para. Devemos aproveitar ao máximo as nossas oportunidades, pois não poderemos viver duas vezes o mesmo momento, o mesmo ano, a mesma estação da vida, o mesmo encontro. Ser feliz é importante, por isso Deus nos amou e veio a nós. Ele nos criou para sermos felizes e Jesus disse que veio para que tenhamos vida plena. Mas há coisas nisso que cabem a nós. Então, cuide-se! Procure viver de modo a ser feliz e fazer outras pessoas felizes. Governe bem a si mesmo. Seja uma boa dádiva. Sirva. Tenha hoje um dia feliz.

Comentários Facebook


Enquete


Nos dias de hoje, quem deve paga a conta de um jantar de encontro?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.