Folha do ES
Dom, 17 de Fev

Home     Judiciário


Advogado é indiciado por desfalque de R$ 2 milhões no Grupo Dadalto, no ES

Advogado é indiciado por desfalque de R$ 2 milhões no Grupo Dadalto, no ES

O advogado Diego Azeredo Lorencini é indiciado pelo suposto golpe milionário

  Por Redação

  18.janeiro.2019 às 09:56

Um advogado foi indiciado pela polícia após dar um desfalque de aproximadamente R$ 2 milhões ao Grupo Dadalto. Segundo a Polícia Civil, Diego Azeredo Lorencini, de 36 anos, que era advogado no grupo que atua no comércio capixaba, recebia alvarás judiciais oriundos de reclamações trabalhistas e, durante dois anos, ao invés de repassar os valores para a empresa, ficava com os montantes. Conforme apontaram as investigações, a namorada dele, Raquel Antunes do Carmo de Andrade, de 28 anos, teria se beneficiado do dinheiro. Ela também foi indiciada.

Nesta quinta-feira (17), na Operação “Animus rem sibi Habendi” da Polícia Civil, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na casa de Raquel. Além de um carro no valor de R$ 130 mil, foram apreendidos R$ 200 mil em cosméticos que, de acordo com as investigações, eram comprados e vendidos pela mulher com o dinheiro apropriado de forma indevida. Já os bens de Diego Lorencini foram bloqueados.

Segundo o delegado-chefe do Departamento Especializado de Investigações Criminas (Deic), Romualdo Gianordolli, as irregularidades eram praticadas desde 2016. Em julho de 2018, o acusado foi demitido. Neste período, segundo o delegado, a empresa passou a identificar o prejuízo quando notou uma mudança no padrão de vida do funcionário.


Fonte: Tribunal de Justiça do Espírito Santo

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.